Cicatriz após um transplante capilar

  • 23 May 2022
  • 310 Visualizações
  • Min. Ler

Transplante capilar ou de barba deixa cicatrizes?

Com o aumento da tecnologia, os métodos de transplante capilar evoluíram e se tornaram mais seguros e precisos em comparação com o passado. Os médicos realizam cirurgias de restauração capilar com novas técnicas que não deixam cicatrizes e cujo tempo de recuperação é mais rápido que antigamente.

No entanto, ainda existem muitos equívocos em relação ao transplante capilar e de barba, principalmente quanto a cicatrizes após transplante, devido aos métodos antigos como o FUT (Transplante de Unidade Folicular), também conhecido como procedimento de tira, que deixava uma infame cicatriz linear.

Nós da Clínica do Dr. Serkan Aygin, com este artigo, queremos esclarecer o real risco de cicatrizes após a cirurgia capilar e mostrar aos nossos pacientes os melhores procedimentos de transplante para evitar tal risco.

Cicatriz devido a um transplante capilar ou barba: Quando acontece?

Como mencionamos acima, graças às técnicas de transplante capilar mais avançadas, a recuperação na fase pós-operatória tornou-se mais rápida e tranquila, diminuindo a chance de má cicatrização e de feridas. No entanto, alguns fatores ainda podem afetar os resultados finais do procedimento e deixar cicatrizes.

Procedimento Incorreto

Uma equipe inexperiente de transplante capilar pode provocar um resultado ruim.

Às vezes, cirurgiões não qualificados podem realizar um mau procedimento capilar, extraindo muitos folículos ou usando técnicas pouco ortodoxas que deixam cicatrizes excessivas na área doadora ou transplantada.
Por isso, na Clínica do Dr. Serkan Aygin, escolhemos com cuidado o método de transplante mais adequado para alcançar resultados naturais e esteticamente agradáveis para nossos pacientes, de acordo com a sua necessidade particular.

Condição do Paciente

Idade e diferentes tipos de pele podem apresentar resultados diferentes.

“O resultado bem-sucedido de um transplante capilar ou de barba pode depender das diferentes características dos pacientes. Por exemplo, espera-se que pacientes mais jovens tenham uma recuperação mais rápida e mais fácil graças à elasticidade de sua pele.
Cntrariamente, com o tempo, a pele dos pacientes mais velhos pode potencialmente levar e as cicatrizes mais visíveis.”

Além disso, alguns pacientes podem sofrer de alguma condição rara de cicatriz, também conhecida como cicatriz queloide. Essas pessoas estão propensas a ter cicatrizes mais extensas após a cirurgia capilar. Essa condição de pele é mais frequente em pessoas com pele mais escura, mas na maioria das vezes se deve à predisposição genética.

Portanto, as pessoas que sofrem dessa condição devem discutir o assunto com seu médico antes de se submeterem a uma operação de restauração capilar.

Não seguir as orientações pós-transplante

O consumo de álcool e nicotina prejudica o processo de cura das feridas e aumenta a formação de cicatrizes.

Após um transplante de cabelo ou de barba, os pacientes devem seguir as orientações pós-operatórias, pois há muitas informações sobre os cuidados posteriores que devem seguir para obter o melhor resultado do transplante capilar.
Fumar ou consumir álcool nos primeiros dias após a operação afeta gravemente a pressão arterial, estreita e enrijece os vasos sanguíneos. A evidência clínica mostrou que o consumo dessas substâncias na fase inicial do pós-operatório causa um atraso no seu processo de recuperação e leva a uma cicatrização deficiente.

Qual método de transplante capilar não deixa cicatriz?

No passado, o Transplante de Unidade Folicular (FUT), também conhecido como Método de Faixa, era um dos modos de transplante predominantes. Nessa técnica, os cirurgiões removiam uma faixa de pele do couro cabeludo da área doadora, extraindo folículos capilares individuais dessa faixa de pele. Naquela época, a técnica de FUT era considerada mais adequada para pessoas que necessitavam de um grande número de folículos. Porém, o procedimento era mais doloroso e costumava deixar uma cicatriz linear permanente na área doadora.

Na Clínicas do Dr. Serkan Aygın não realizamos o procedimento FUT por considerá-lo uma técnica desatualizada e por isso preferimos oferecer aos nossos pacientes tratamentos que não deixem cicatrizes, nomeadamente o FUE Safira e o DHI .
Esses dois métodos oferecem uma recuperação mais rápida aos pacientes, bem como resultados impressionantes em longo prazo.

FUE Safira

O tipo especial de lâmina de safira minimiza a formação de crostas e cicatrizes através da abertura de microcanais na área receptora. As pequenas incisões têm o mesmo comprimento dos folículos capilares, tornando-os quase invisíveis.

Graças à precisão das lâminas de safira e seu componente antimicrobiano, o risco de complicações, como danos ao tecido do couro cabeludo, cicatrizes ou infecções, é diminuído no método FUE Safira. Esta tecnologia inovadora também garante maior densidade para pacientes com queda de cabelo predominante, dando-lhes uma aparência de cabelo natural.

DHI

O uso da caneta Choi implantadora DHI permite uma melhor e mais rápida implantação do folículo capilar, sem a necessidade de incisões, acelerando o tempo de recuperação e cicatrização da ferida.

Como dito acima, durante um transplante capilar DHI, os folículos são extraídos e inseridos diretamente na caneta Choi, colocados sob a pele sem fazer incisões prévias. Este procedimento não só aumenta a taxa de sobrevivência dos folículos, mas também minimiza o trauma, sangramento e cicatrizes que podem ser causados por danos aos tecidos.

Como tratar cicatrizes após um transplante capilar?

Vamos examinar algumas das melhores maneiras de cobrir áreas com cicatrizes permanentes?

Micropigmentação do couro cabeludo (SMP)

“A micropigmentação é uma técnica médica utilizada para cobrir áreas calvas ou cicatrizes com tatuagem no couro cabeludo. Esse tratamento tem como objetivo escurecer a área tratada para obter um apecto de cabelo mais cheio.
Geralmente, com base no tamanho da área a tratar, são necessárias várias sessões antes de se chegar ao resultado final.”

Tratamento a Laser

O tratamento a laser utilizado em conjunto com a micropigmentação pode ajudar a diminuir a visibilidade da cicatriz. A terapia a laser visa apenas a área específica, eliminando os tecidos danificados do couro cabeludo ou do rosto. Além disso, pode ajudar a estimular a produção de colágeno, uma das proteínas mais importantes do corpo. A estimulação do colágeno da pele pode rejuvenescer a elasticidade da derma. Consequentemente, a visibilidade da cicatriz será reduzida drasticamente após o tratamento a laser.

Para finalizar, os transplantes de cabelo e barba mostram-se os procedimentos mais seguros e que oferecem os melhores resultados aos pacientes que sofrem de queda de cabelo. Enquanto no passado a maioria das cicatrizes eram causadas pela técnica FUT, hoje o risco de um processo de cicatrização lento foi reduzido graças aos novos métodos de transplante capilar, como o FUE Safira e o DHI.

No entanto, escolher um médico experiente antes de se submeter a uma cirurgia de cabelo ou de barba é o passo mais importante. Graças à profunda experiência do Dr. Serkan Aygin nessa área e de sua equipe médica altamente treinada, a taxa de sucesso do transplante capilar na Clínica do Dr. Serkan Aygin é de cerca de 95%.
Portanto, se você está pensando em se submeter a um procedimento de transplante capilar na Turquia, por favor, entre em contato com nossa equipe, teremos o maior prazer em ajudá-lo.